25 julho 2005

GPH conversa sobre diretrizes

Há quase 5 anos, Edith Lopes Modesto - professora universitária, escritora de ficção para adolescentes e mãe de sete filhos - fundou um grupo de pais e mães de homossexuais, para que esses pais pudessem se encontrar e trocar idéias.
Dois anos antes, desesperada com a descoberta de que seu filho caçula era gay, ela tinha muita vontade de conversar com outra mãe como ela e não conseguiu. Esse fato foi decisivo para a fundação do grupo. Algum tempo depois de fundado, ele se tornou também virtual (maes_de_homos@grupos.com.br) e periodicamente, os pais do grupo que são de São Paulo, ou que podem viajar, se encontram.
Pelo que se sabe, atualmente, o GPH - como é conhecido o Grupo de Pais de Homossexuais - é o mais antigo, o maior, e talvez o único grupo de pais de homossexuais em funcionamento do Brasil. O Grupo, bastante consolidado, teve importante participação na organização no ultimo dia 2 de julho do seminário sobre Homoprentalidade e Homoafetividade. (mais noticias você encontra em nossas postagens anteriores)
A notícia importante, é que, no ultimo sábado, pela primeira vez, a reunião do GPH teve a presença do psicólogo especializado em relacionamentos homoafetivo, o Dr. Klecius Borges, que desde a fundação do grupo, tem aconselhado sua fundadora. O especialista foi convidado pelo grupo para traçar diretrizes de conduta para que todos possam se ajudar mutuamente, mais e melhor.
Como em toda reunião, claro que as mães fizeram bolos, docinhos...
E todos os pais e mães saíram da reunião com a certeza de que, cada vez mais, poderão se ajudar e a seus filhos para que todos sejam muito felizes!
Cabe salientar, que no trabalho com este grupo, desenvolveu-se naturalmente um trabalho paralelo com filhos homossexuais que queriam saber como conversar com suas mães e pais. E, apesar de o grupo ser fechado para qualquer pessoa que não seja pai ou mãe de homossexual, os filhos são atendidos pela Edith, com respeito e muito carinho. O e-mail de contato é: elmodesto@uol.com.br