04 agosto 2005

DIGNIDADE combate "cura" de homossexuais

A INOVA - Associação de Familias GLTTB apoia esta iniciativa

O Grupo Dignidade entrará com representação no Ministério Público contra a Êxodos Brasil pela discriminação contra homossexuais. A igreja promete curar gays. Segundo relatos daqueles que procuraram o “apoio” da Êxodos, a organização utilizava métodos violentos de “cura”. A matéria apresentada na última edição do programa Fantástico da Rede Globo (31/07/2005), intitulada “Terapia para Homossexuais” causou imediata reação e indignação em ONGs de direitos humanos de Gays, Lésbicas, Transgêneros e Transexuais, mais de 50 entidades de todo o Brasil já manifestaram seu apoio ao Grupo Dignidade pela iniciativa. A reportagem narrava a polêmica causada nos EUA, após um adolescente americano de 16 anos, publicar em seu blog a angústia de, após assumir sua orientação sexual para os pais, ser obrigado a entrar para um campo de concentração de recuperação de homossexuais. No Brasil, a sede da Êxodus fica em Londrina. A advogada do Grupo Dignidade Drª Silene Hirata, pretende também abrir processo criminal contra os representantes da organização por curandeirismo e charlatanismo.
Igo Martini
Diretor Operacional do Grupo Dignidade
igomartini@grupodignidade.org.br
(41) 3222 3999
(41) 9602 5984

Informações
Toni Reis
Presidente do Grupo Dignidade
Secretario Geral da ABGLT
(41) 9602 8906
(41) 3222 3999
tonidavid@avalon.sul.com.br

Drª Silene Hirata
Coordenadora Jurídica do Grupo Dignidade
(41) 3222 3999
jurídico@grupodignidade.org.br

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

É o seguinte.
Por que tanta pressão?
Acho que todos têm o direito de escolha, seja ela de orientação sexual ou não.
Neste caso específico, Eu creio que o homossexual que não esteja satisfeito com a sua escolha, tem todo o direito de buscar uma saída e abandonar o homossexualismo.
O movimento Gênesis Brasil é uma ótima escolha para os que não querem mais ser homossexuais. Todos, se quiserem, podem mudar. E não é por força nem por violência, mas por pura opção e ajuda do Espírito Santo.
Quem quiser continuar a vida que escolheu, ninguém, nem mesmo Deus pode mudar. É a livre escolha ou livre arbítrio. E isso temos que respeitar.
Ass.: João Evangelista.

18/11/08 12:36 PM  

Postar um comentário

<< Home