29 dezembro 2005

Militantes do movimento GLTTB fazem balanço no MIX BRASIL

O site MIX BRASIL publicou hoje uma materia com o depoimento de 8 importantes militantes GLTTB fazendo um balanço do ano de 2005 e suas projeções para o ano de 2006.
O Jornalista Pacco Llisto, autor da matéria, destacou também o apoio oficial ás paradas do orglho em todo país - que contaram com apoios federais, estaduais e municipais - e a aprovação do casamento Gay na Espanha e no Reino Unido.
Entre os militantes ouvidos estava Irina Bacci, presidente da INOVA, Associação de Famílias GLTTB, que declarou "Em 2006, todas as nossas expectativas giraram em torno da aprovação do Projeto de Lei da Deputada Federal Iara Bernardi sobre a criminalização da homofobia, que seria não só uma vitória do movimento, mas também uma vitória da vida. O que mais me marcou em 2005 foi a participar da audiência pública em Brasília sobre a Lei Nacional de Adoção em novembro, onde pudemos sensibilizar a relatora do projeto, a Deputada Tetê Bezerra, e a Presidente da Comissão Especial, Deputada Maria do Rosário, sobre a necessidade de se legislar com igualdade e eqüidade, não excluindo os GLTTBs da possibilidade de adoção."
Além dela também foram ouvidos Welton Trindade - Presidente do Estruturação - Grupo Homossexual de Brasília, Regina Facchini, coordenadora do Espaço B e vice-presidente da Associação da Parada do Orgulho GLBT de SP, Maitê Schneider, militante transexual, Beto de Jesus, presidente do Instituto Édson Néris e secretário da ILGA, Marcelo Cerqueira, presidente do Grupo Gay da Bahia, Tommaso Besozzi, militante do CORSA e Cássio Rodrigo, da Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual (CADS) da Prefeitura de São Paulo.
para ler a materia completa clique no titulo desta noticia.