14 julho 2006

Nova disciplina ensina nas escolas da Espanha que família gay é comum

da Ansa

Uma nova matéria chamada "educação cívica" vai ensinar às crianças espanholas de dez anos que ter duas mães ou dois pais é tão normal quanto ter uma família tradicional.

A disciplina, cujo último projeto foi apresentado na Comunidade Autônoma do Ministério da Educação, informa o jornal espanhol "El Pais", responde a uma iniciativa parlamentar aprovada em 21 de junho e representa um aspecto da Lei Orgânico de Educação (LOE) que entrará em vigor em 2007.

O objetivo mais inovador da disciplina, que será obrigatória e equiparada em importância a matérias como línguas e matemática, é fazer com que alunos do último ano da escola primária e primeiro da escola secundária compreendam que existem vários tipos de família, inclusive a homossexual.

"Educação cívica" já existe em outros países europeus e busca ensinar o funcionamento e o valor das instituições. Também procura impor valores morais, entre eles a tolerância e o respeito pelas diferenças como forma de convivência, mas sobretudo o pleno reconhecimento de cada escolha sexual, sem discriminação.

Esse aspecto foi rejeitado em especial pela Confederação Espanhola de Centro de Ensino, que representa os colégios mais conservadores. A instituição advertiu que fará os próprios livros didáticos como forma de contestar e ensinamento da nova matéria prevista pela lei.

A introdução de "educação cívica" nas escolas é uma das principais medidas do governo do primeiro-ministro José Luis Rodríguez Zapatero no campo da educação, para diminuir "a falta de democracia observada na União Européia", disse a ministra espanhola da Educação, Mercedes Cabrera.


Você quer respostas para suas perguntas? Ou você sabe muito e quer compartilhar seu conhecimento? Experimente o Yahoo! Respostas!