08 dezembro 2006

Uniões civis homossexuais surpreendem governo britânico

05 de dezembro de 2006 ESTADO SP


Desde que a lei entrou em vigor em dezembro de 2005, já ocorreram mais de 30 mil uniões civis entre casais de gays e de lésbicas no Reino Unido até setembro de 2006 EFE
LONDRES - O elevado número de uniões civis entre pessoas do mesmo sexo parece ter surpreendido até mesmo o governo trabalhista britânico, que legalizou há um ano este tipo de compromisso. Nos nove primeiros meses de vigência da nova lei houve mais uniões deste tipo do que se esperava até 2030, segundo a edição desta terça-feira do jornal The Times. Os homens superam as mulheres nos números. Entre 5 de dezembro de 2005 e 6 de setembro deste ano, ocorreram 19.144 uniões civis entre gays e 12.200 entre lésbicas, segundo o Escritório Federal de Estatísticas. Em dezembro do ano passado, primeiro mês de vigência da lei, foram celebradas duas mil uniões civis, entre elas a do músico Elton John com David Furnish, que se casaram no dia em que a lei entrou em vigor. A lei britânica sobre as uniões civis de pessoas do mesmo sexo evita chamar este tipo de acordo de casamento, embora popularmente seja considerado como tal. As estatísticas publicadas pelo escritório federal indicam que este tipo de união é mais popular entre os homossexuais com mais de 35 anos. Menos de 6.000 das 31.000 pessoas que se casaram têm menos de 35 anos.


Yahoo! Acesso Grátis - Internet rápida e grátis. Instale o discador agora!