26 junho 2007

Crianças se divertem durante a Parada Gay

 

Muitas famílias de pais simpatizantes compareceram à 11ª Parada do Orgulho GLBT em São Paulo. Em clima de harmonia, crianças pequenas levantaram bandeiras do movimento e curtiram a festa da diversidade sexual na avenida Paulista.

A pernambucana Ângela Maria Maze, 44 anos, estava acompanhada do filho Pedro, 1, e contou que já curtia a Parada quando estava grávida. "Eu dançava com ele na barriga até a praça da República. Não é à toa que ele gosta de uma bagunça", contou.
Ângela, que não é homossexual, disse que apóia a luta contra o preconceito e quer que o filho seja tolerante com diferenças sexuais.
"Tenho amigos que são gays. As pessoas devem se informar. Acho que tem que existir a parada mesmo, para abrir a mente do povo".
Telma Washington, 27, saiu de Carapicuíba com a filha Larissa, 8, para conhecer a festa. "Essa é a primeira vez que eu venho. Estou curtindo", disse.
Parada ao lado do vão livre do MASP, onde a movimentação é mais tranqüila, Telma evitou tumultos. "Não vou lá no meio porque é muita gente e ela está conhecendo isso aqui agora. Acho que ela começou a entender o motivo disso aqui porque viu uns beijinhos entre homens", contou.


Novo Yahoo! Cadê? - Experimente uma nova busca.